Quem somos

Nossa história está fundamentada na união do universo acadêmico com as necessidades do mercado. Do desejo de oferecer técnica e consistência em pesquisas de opinião aos segmentos privado e público, nasceu o IPO - Instituto Pesquisas de Opinião. Nossa equipe é constituída por cientistas sociais, de gestão e de comunicação que possuem décadas de experiência em investigação social e mercadológica, com soluções integradas entre as áreas de sociologia, antropologia, psicologia, gestão e comunicação.

ver mais
  • MISSÃO

    Nossa missão é desenvolver pesquisas científicas que compreendem as mudanças comportamentais e as tendências da sociedade, fornecendo diagnósticos precisos para a tomada de decisão dos clientes.

  • VISÃO

    Nosso objetivo é ser reconhecido pela junção de técnicas científicas com inteligência estratégica, transformando informações em análises fundamentais para a tomada de decisão.

  • VALORES

    Vigilância epistemológica que estimule a investigação, processos auditáveis que garantam a transparência na informação, compromisso com o cliente entregando base para a estratégia e qualificação permanente, acompanhando as mudanças tecnológicas e as transformações do mercado e da sociedade.

Nossa Estrutura

  • Ampliar
    SEDE PORTO ALEGRE
    Possui um espaço funcional de pesquisa qualitativa
  • Ampliar
    SEDE PELOTAS
    Possui uma ampla estrutura de pesquisa quantitativa e CATI
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Sala de reuniões
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Sala de espelho tradicional
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Sala de espelho de estar para trabalhos alternativos
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Sala de observação
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Possui cozinha experimental para teste de produtos
  • Ampliar
    ESTRUTURA
    Sala de análise

Nosso Time

  • Elis Radmann

    Diretora do IPO

    Elis Radmann

  • Martinho Orso

    Diretor Administrativo e Financeiro

    Martinho Orso

  • Gisele Rodrigues

    Gerente de Pesquisa

    Gisele Rodrigues

  • Gisele Miura

    Socióloga

    Gisele Miura

  • Michele de Lima

    Gerente de Negócios e Projetos

    Michele de Lima

  • Débora Mello

    Analista de pesquisa

    Débora Mello

  • Munique Fernandez

    Analista de pesquisa

    Munique Fernandez

  • Izan Müller

    Analista de Pesquisa

    Izan Müller

  • Aline Menegoni

    Analista de pesquisa

    Aline Menegoni

  • Fábio D’avila

    Assistente de pesquisa

    Fábio D’avila

  • Ana Carolina Tuchtenhagen

    Assistente de pesquisa

    Ana Carolina Tuchtenhagen

  • Cátia silva

    Supervisora de campo

    Cátia silva

  • Vanessa Furtado

    Assistente administrativa

    Vanessa Furtado

  • Henrique Raskin

    Cientista Político

    Henrique Raskin

  • Marcelo Nascimento

    Estatístico Conre 9537-A

    Marcelo Nascimento

  • Erli Soares Massaú

    Economista MEC 792

    Erli Soares Massaú

IPO 20 anos

  • 1996
    Criação do Instituto Opinião Pública (IOP), em Pelotas (RS), empresa fundada pela socióloga Elis Radmann a partir de sua experiência como bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e na coordenação de pesquisas em instituições de ensino como UFPel e UFRGS. A Prefeitura Municipal de Pelotas e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) são os primeiros clientes atendidos. Neste mesmo ano o IPO começa as primeiras pesquisas para campanhas políticas.

    1996

  • 1997
    O trabalho do Instituto começa a ser alicerçado e qualificado a partir da ciência, com modelo e processo próprios. Um texto marcou o início desta trajetória: A opinião pública não existe, do sociólogo francês Pierre Bourdieu, que compõe o livro Questões de Sociologia. Inspirado na teoria de Bourdieu, houve mudança e consolidação do nome para Instituto Pesquisas de Opinião (IPO).

    1997

  • 1998
    O IPO passa a existir com uma nova logomarca, que ganha as cores que representam o RS, mas principalmente, a diversidade da opinião social. Neste ano, Gisele Mendes Miura passa a integrar a sociedade e atuar no relacionando com o mercado.

    1998

  • 1999
    IPO passa a ser responsável pela gestão de pesquisa da Empresa Concessionária de Rodovias do Sul (Ecosul), maior consórcio brasileiro de rodovias em termos de extensão, que se instala na região sul do país.

    1999

  • 2000
    Crescimento da base de atuação do IPO no Rio Grande do Sul, com o atendimento de clientes em Porto Alegre, Caxias do Sul e Santa Maria, além da inauguração do escritório na capital gaúcha. A socióloga Gisele Miura assume o atendimento dos clientes e passa a atuar em todo o Estado do Rio Grande do Sul.

    2000

  • 2001
    Inauguração da primeira sede própria em Pelotas. Neste ano o IPO lança o Modelo Preditivo de Opinião (MPO), técnica baseada na dissertação de mestrado em Ciência Política de Elis Radmann, analisando o comportamento do eleitor brasileiro. O MPO se constitui como indicador que analisa a imagem e o mercado eleitoral dos candidatos, composto por três índices: positivo, negativo e de desconhecimento.

    2001

  • 2002
    IPO faz a coordenação da Pesquisa Social Brasileira (PESB) e do Estudo Eleitoral Brasileiro (ESEB) nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A coordenação-geral da PESB foi realizada pelo professor e sociólogo Alberto Carlos Almeida, e seu livro A cabeça do brasileiro é um desdobramento da pesquisa nacional.

    2002

  • 2003
    Com a ampliação de seu trabalho no mercado, o Instituto Pesquisas de Opinião se torna reconhecido pelos clientes com a sigla IPO. Neste contexto, a marca se reformula destacando a sigla IPO e a sociedade passa a ser representada nos “bonecos”, representando as pessoas e suas distintas opiniões. Marca a entrada do administrador Martinho Orso no IPO, que passa exercer o cargo de Diretor Administrativo e Financeiro da empresa.

    2003

  • 2004
    IPO coordena nova rodada da Pesquisa Social Brasileira (PESB), no Sul do Brasil. E também coordena estudo sobre consumo de carnes no RS para subsidiar uma tese da Universidade de Wageningen, se tornou a base de um livro.

    2004

  • 2005
    O Instituto passa a executar os projetos de pesquisa da Fecomércio/ SENAC, incluindo estudos como intenção de compra e visibilidade de marca. IPO passa a integrar o Consórcio de Informações Sociais (CIS), sistema de intercâmbio de informações científicas sobre a sociedade brasileira mantido pela Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) e pelo Departamento de Sociologia FFLCH/USP.

    2005

  • 2007
    Os técnicos do IPO desenvolvem diferentes índices para subsidiar análise de estudos de comportamento de consumo, incluindo indicadores de potencial de compra e déficit habitacional para o setor imobiliário. Parceria com empresas de coleta de dados de todo o país, aumentando sua capilaridade.

    2007

  • 2008
    Inauguração da sede própria em Porto Alegre, com espaço funcional para a realização de pesquisas quantitativas e qualitativas. IPO atinge a marca de mais de 100 municípios atendidos em todo o Rio Grande do Sul.

    2008

  • 2009
    Registro da marca do IPO – Instituto Pesquisas de Opinião® e Filiação à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP). O Instituto começa a ampliar sua atuação nacional, a partir de clientes em São Paulo, iniciando com a AFPESP (Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo). O IPO assume as pesquisas do SEBRAE-RS, monitorando os projetos desenvolvidos em cada regional do SEBRAE.

    2009

  • 2010
    A marca do IPO passa por uma modernização em sua tipografia para comportar o registro de marca® no INPI, o IPO se torna uma marca registrada. Elis Radmann assume a diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado, Opinião e Mídia (ASBPM) e passa a lutar pela regulamentação da profissão de pesquisador de mercado, opinião e mídia.

    2010

  • 2011
    Início do processo de Gestão de Qualidade do IPO, com a criação de processos roteirizados e padronizados e com capacidade de realização de auditoria interna. A socióloga Gisele Rodrigues assume a gerência de pesquisa.

    2011

  • 2012
    Elis Radmann e Martinho Orso passam a integrar o quadro de conselheiros da Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado, Opinião e Mídia (ASBPM). O IPO tem um papel preponderante no diagnóstico das campanhas eleitorais das principais cidades do RS. Estabelece a lógica de pesquisa tipo diagnóstico, cristalizando para o mercado que a intenção de voto é apenas um sintoma e que o que realmente importa é a compreensão do comportamento. Destaca-se a campanha de José Fortunati para Prefeito de Porto Alegre.

    2012

  • 2013
    IPO inicia o processo de coleta digital de dados, projetando com técnicos um APP/aplicativo próprio que permite a incorporação de questões fechadas, utilizando todos os tipos de escalas científicas e, em especial, a utilização de questões abertas.

    2013

  • 2014
    IPO executa o Estudo Nacional de Diretos Humanos do Brasil para o Gabinete da Presidência da República. Promove estudos qualitativos para a aceitação, na Região Sul, da candidatura de Eduardo Campos à presidência do Brasil e integra equipe de campanha ao Governo do Estado do RS

    2014

  • 2015
    A coleta digital é implementada em 100% das entrevistas, ampliando o processo de supervisão, com controle do local da entrevista através de georreferenciamento (GPS do Sistema de coleta digital do IPO)

    2015

  • 2016
    Inauguração da nova sede do IPO em Pelotas (RS) e comemoração dos 20 anos do Instituto com a apresentação da nova identidade visual.

    2016

O que fazemos

O IPO utiliza a ciência para produzir conhecimento e gerar informação estratégica. Como? Entendendo pessoas que possuem e emitem opinião. A opinião move o mundo.

Consultoria

Nosso time multidisciplinar de cientistas sociais, de gestão e de comunicação prestam consultorias sobre as transformações do mercado e da sociedade.

Clientes

BLOG IPO

VER TUDO

Fale Conosco

Trabalhe conosco: envie seu currículo para rh@ipo.inf.br
ESCRITÓRIO PORTO ALEGRE

Rua São Manoel, 239 - Rio Branco

CEP: 90620-110

Email: ipo@ipo.inf.br

Telefone: +55 (51) 3286.6156

ESCRITÓRIO PELOTAS

Rua Anchieta, 1007 - Centro

CEP: 96015-420

Email: ipo@ipo.inf.br

Telefone: +55 (53) 3227.5115