Como você se comporta nas redes sociais?

Já foi dito e reafirmado que os brasileiros estão cada vez mais nas redes sociais. Mas qual é o comportamento médio? Como, quando e o que acessam? E que influência isso tem nas relações sociais?

Nesse artigo, quero compartilhar com vocês algumas informações de pesquisas recentes sobre os hábitos dos brasileiros em relação ao mundo digital. Será que você vai se identificar com algum desses hábitos?

Quase todos, 98%, dos que acessam a internet o fazem por meio do celular. E para acessar a internet, a maioria utiliza a rede residencial particular (71%) além da internet móvel (59%).

O WhatsApp ultrapassou a televisão como fonte de informação. Atualmente 79% dos brasileiros se comunicam e se informam diariamente através do Whats, outros 14% declaram que às vezes o fazem, enquanto que 50% declaram que utilizam sempre a TV como fonte de informação e outros 36% às vezes fazem isso.

O YouTube e o Facebook também estão entre os meios mais utilizados como fonte de informação. No caso do YouTube, 49% sempre utilizam a plataforma como fonte de informação e 39% às vezes, já o Facebook é utilizado sempre por 44% das pessoas e às vezes 35% o utilizam como fonte de informação.

Três fontes de informação – televisão, YouTube e Instagram – apresentaram relação direta com a idade. Os mais velhos, com mais idade, são os que mais utilizam a televisão como fonte de informação. Por outro lado, para o Instagram e Youtube, o padrão é inverso: são os mais jovens que utilizam sempre essas redes sociais como fonte de informação.

As redes sociais nos ensinaram a prática do engajamento (curtir, compartilhar e comentar). E a pesquisa nos mostrou que o tipo de engajamento mais citado nas redes sociais é o de “curtir publicações”: 41% afirmam que o fazem sempre e 48%, às vezes. O segundo engajamento mais frequente é o de compartilhar publicações: 20% afirmam fazê-lo sempre e 61%, às vezes.

Na percepção da sociedade, as redes sociais influenciam muito a opinião das pessoas, e isso em todos os aspectos que envolvem as relações humanas: influenciam as amizades, influenciam o comportamento de consumo e, por certo, influenciam no processo eleitoral.

Em média, 45% dos brasileiros afirmam ter decidido o voto durante o período eleitoral, levando em consideração as informações vistas em alguma rede social, principalmente Facebook (31%) e WhatsApp (29%).

A maioria dos brasileiros que acessam a internet (90%) consideram que as redes sociais deixam as pessoas mais à vontade para expressar opiniões preconceituosas, externando um comportamento que até pouco tempo não seria exposto. Como se as relações no mundo digital estivessem apartadas do mundo real.

As redes sociais assumiram um papel de transformação da relação em sociedade, com a função de comunicar, difundir relações, vender, comprar e, porque não, manipular… e como você se comporta no mundo real é influenciado pelo comportamento das e nas redes sociais?

 

Gisele Rodrigues. É a cientista social que conhece holisticamente o processo de investigação. Gerencia a equipe em termos de planejamento, execução e análise. Com mais de uma década de experiência em pesquisa, já coordenou os mais variados projetos quantitativos e qualitativos.

No Comments

Post A Comment

© 2016 IPO - Todos os direitos reservados