O desafio de controlar o tempo

Como anda a sua rotina no dia a dia? Está satisfeito com a vida que leva? É muito comum encontrar alguém que se sinta sobrecarregado. Diariamente enfrentamos jornadas cada vez mais longas, assumimos compromissos em excesso e o tempo não é suficiente para dar conta de todas as atividades. O excesso de atividades, geralmente é a causa que faz trabalhar muito mais do que deveria.

Pessoas insatisfeitas com a sua rotina são aquelas com atividade em demasia. A definição de satisfação pode ser um estado de entusiasmo ou a realização de um objetivo. Já a insatisfação alerta de que algo não está bem.

Essa “sensação” de falta de tempo atrapalha se as prioridades não estiverem bem definidas, gerando estresse e ansiedade, podendo levar a Síndrome de Burnout (esgotamento físico e mental que pode levar a problemas cardíacos, depressão, transtornos do sono) se a causa estiver ligada a atividade profissional.

Pesquisa recente realizada pelo IPO – Instituto Pesquisas de Opinião no Estado do Rio Grande do Sul, revela que 34,7% dos gaúchos estão insatisfeitos em morar no Estado. O maior índice de insatisfação destaca-se entre as mulheres com a faixa etária de 25 a 59 anos de idade. Esse dado indica o quanto estamos acostumados a executar as atividades conforme vão surgindo no decorrer do dia, programando-o conforme as situações vão ocorrendo, resultando em uma vida “sem tempo”. Ter tempo requer estabelecer prioridades, e para isso é preciso saber dosar a quantidade de horas para realizar as obrigações do dia com qualidade.

Christian Barbosa*, especialista em gerenciamento de tempo, apresenta o conceito da Tríade do Tempo mostrando que nossas atividades podem ser divididas em três grandes esferas – urgente, importante e circunstancial e o equilíbrio dessas categorias está relacionado a nossa qualidade de vida.

Esfera da importância – são tarefas importantes que tem prazo para serem feitas, são atividades pessoais, nem sempre tem importância para os outros e proporcionam prazer ao serem executadas.

Esfera da urgência – são todas as tarefas que devem ser feitas imediatamente, gerando algum tipo de problema se não forem executadas.

Esfera circunstancial –  é a esfera que exige maior atenção. São coisas que você faz em excesso e o levam a perder tempo desnecessariamente. Geram sensação de insatisfação, angústia, decepção.

Este conceito ajuda a repensar como está distribuído o seu tempo e como podemos ter melhores resultados na tríade composta pela família, trabalho e lazer.

O desafio da tríade ideal é manter sua vida baseada nas coisas mais importantes e tirar das urgências e das coisas circunstâncias o poder de influenciar sua vida. Você sabe que elas podem acontecer, mas está no controle da situação.

O tempo é o mesmo para todos e para poder realizar tudo o que foi solicitado com eficácia e qualidade é preciso saber controla-lo e estabelecer prioridade.

A única forma para se ter resultados é colocar em prática a metodologia e ter comprometimento consigo mesmo.

Segundo o autor, a tríade do comprometimento é composta por:

  1. Praticar: A única forma de desenvolver um hábito em torno do que foi mostrado é praticar constantemente a metodologia, em todas as suas fases.
  2. Adaptar: Quanto mais adaptada a você, for a metodologia, mais concretos serão seus resultados. O importante é colocá-los em prática e não se desviar do objetivo proposto.
  3. Compartilhar: Quanto mais você compartilhar o que aprendeu, mais estará absorvendo, renovando seu conhecimento e ajudando outros a seguirem adiante.

É preciso dedicar tempo para viver satisfeito e para isso temos um duplo desafio: controlar o tempo e sermos felizes. Viver os relacionamentos plenamente e ter uma vida repleta de sonhos realizados é o que faz realmente sentido em nossas vidas.

 

*BARBOSA, Christian: A tríade do tempo. Editora Sextante. Rio de Janeiro. 2011.

No Comments

Post A Comment

© 2016 IPO - Todos os direitos reservados