Pesquisas em Social Media

Possuir uma marca ou perfil em redes sociais é fundamental para obter uma melhor comunicação com o público-alvo das empresas ou dos seguidores. Mais do que isso, ser ativo nas redes mostra que a empresa quer estar próxima do consumidor e, em muitos segmentos, torna mais fácil a conversão dos contatos em vendas.

Entender o que o consumidor busca, medir o potencial de alcance de postagens, oferecer respostas mais rápidas e personalizadas para os diferentes perfis, entender a jornada de compra do consumidor e obter um mapeamento mais consistente das tendências de mercado expostas em redes sociais são algumas das possibilidades oferecidas através do Social Analytics e do Social Listening.

Ambas técnicas podem fornecer a compreensão do comportamento do cliente. Mas qual a diferença entre eles?

O Social Listening capta as menções dos usuários em suas redes sociais para que sejam analisadas, garimpando todo o conteúdo. Como exemplo, temos:
Mentions da sua empresa e seus produtos;

– Notícias do mercado;

– Comentários de clientes com menções de marca;

– Atividades do seu concorrente nas redes sociais.

Já o Social Analytics utiliza ferramentas para medir o alcance, fãs, engajamento e comparação com os concorrentes. Como exemplo, podemos realizar o acompanhamento de indicadores:

  1. Facebook:

– Reações: curtiram, amaram, riram, surpreenderam-se, entristeceram-se, enfureceram-se, comentaram e compartilharam.

  1. Twitter:

– Interações: curtiram, retweetaram e comentaram.

  1. Instagram:

– Ações: curtiram e comentaram.

  1. Pinterest:

– Interações: impressões, pins salvos, cliques, curtidas e visualizações.

  1. LinkedIn:

– Ações: impressões, cliques, interações e seguidores conquistados.

O mix das duas estratégias de análise garante a cobertura de dados de social media.

O Brasil possui o maior número de usuários de redes sociais na América Latina, e não utilizar esse potencial como um data-driven pode fazer com que as decisões e campanhas de marketing sejam pensadas erroneamente ou não sendo eficientes em sua totalidade.

O IPO – Instituto Pesquisas de Opinião possui ferramentas de análises digitais que podem ajudar a obter insights, decisões mais assertivas e proporcionar uma melhor condução de campanhas de marketing através do estudo em redes sociais que permitem compreender a presença da marca, fazer um mapa de jornada de uso ou mapear o público-alvo de seu ambiente digital.

Laercio Darley Lopes: Economista com larga experiência na área financeira e na análise de negócio, Laercio constrói soluções integradas de pesquisa para os clientes que atende. Acredita que os diagnósticos realizados pelo IPO são ferramentas indispensáveis ao mercado atual, oportunizando novas descobertas e otimizando resultados nas empresas.

No Comments

Post A Comment

© 2016 IPO - Todos os direitos reservados